Arquivo do mês: abril 2012

Conheça: Beirut.

Bom galerinha, como esse blog ainda está no início eu irei explicar qual será a proposta dessa sessão do blog. A sessão “Conheça” tratará sobre lugares, pessoas, filmes, bandas, cineastas, CDs, comidas e etc. que muitas pessoas ainda não tem o conhecimento, ou até tem, mas não conhecem a fundo e que (segundo a minha opinião) seria ótimo conhecerem!

Para começar com o pé direito, é só mencionarmos o nome desta banda que o talento vem junto: Beirut.

Beirut é uma banda/orquestra norte americana e suas principais influências estão no indie folk e no Klezmer (gênero musical de origem judaica). Nasceu no ano de 2006 e a partir daí não parou de crescer e de fazer cada vez mais sucesso. Ela é formada por dez integrantes (Zach Condon, Perri Cloutier, Hari Ziznewski, Jason Poranski, Nick Petree, Kristin Ferebee, Paul Collins, Jon Natchez, Kelly Pratt, Tracy Pratt) e sua música mais conhecida é a Elephant Gun, pois foi trilha sonora de uma conhecida série Global chamada Capitu (que por sinal, foi uma das melhores séries já feitas pela emissora. De vez em quando a Globo acerta no que faz!).

Entretanto, apesar de achar que essa música é uma obra prima, não é a minha preferida (é uma das) . Se for pra escutar alguma, escute “Un Dernier Verre” (vide vídeo abaixo).

E se for escutar algum CD, escute o “The Flying Club Cup”, de longe é o CD que mais tem a cara da banda e pelo qual eles mais mostram sua identidade e para que eles vieram.

Bem, meus queridos, acho que por hoje é só. Eu espero que vocês tenham curtido esse pequeno “Conheça” sobre uma das melhores bandas da atualidade. Abraços.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , | Deixe um comentário

Qual será a verdadeira base de uma sociedade?

Qual será a verdadeira base de uma sociedade? eu acho um tanto quanto cômico uma pessoa jogar toda a culpa em cima da família, sendo que as coisas não são bem assim. Tudo parte de um princípio que hoje em dia chega ser batido de tanto que se fala pelas mídias, a educação; e sinceramente? eu concordo fielmente com a ideia de que ela é a base de tudo.

Pode-se ter completa certeza que se a família está como está é graças a educação, como eu disse, pode-se maquiar a culpa da sociedade estar assim, mas seres pensantes não podem cair nessa mesma mentirinha da mídia ou dos políticos. Falta educação que te faz pensar, é disso que a sociedade está carente. A sociedade não está carente de copa do mundo ou de olimpíadas, nós já passamos da fase da política de pão e circo, sem contar que grande parte dos pobres não vai poder fazer parte dessa grande diversão que vai acontecer no Brasil. E não adianta vir com a desculpa de que isso gera empregos, é claro que gera, mas empregos momentâneos, de quatro anos, quero ver é gerar empregos pra uma vida toda. O pobre, sem educação de qualidade vai pensar que aquilo vai suprir tudo que ele quiser, mas a depressão virá após todos esses eventos e esse “O Brasil está na moda!”.

Uma vez fui folhear uma deplorável revista e sua matéria de capa era, se não me falha a memória, “As cem leis mais inúteis que o Brasil já fez.”; prologando-me, fui lendo lei por lei, até que cheguei em uma que falava que o ensino de filosofia e sociologia nas escolas era uma decisão plangente vide a média baixa de matemática e outras matérias que, segundo eles, eram bem mais essenciais. Deus do céu, uma decisão plangente? que lamentável ler isso em uma das revistas de maior circulação do Brasil, porém logo me lembrei do jornalismo patético feito pela mesma e o quanto ela apoia os políticos que são corruptos. É a falta dessas matérias que faz a pessoa não ter um pensamento crítico e votar bem, é o desvio de verbas públicas para o bolso dos políticos que faz o mesmo ser eleito, deu pra entender o que eu quis dizer?

Concluindo, é a falta de investimento na educação que faz o maior de 16 anos votar mal e continuar pertencendo a uma sociedade desigual, em uma sociedade medíocre em relação ao papel do verdadeiro cidadão perante tanto desgosto.

Categorias: Uncategorized | Tags: , , , | Deixe um comentário

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: